Que é que há velhinho?

Atenção: Queremos eles vivos!

Se você é um apreciador de vernáculos não-tupiniquins, você está convidado a se juntar a uma das mais nobres tarefas em software livre: traduzir programas para nosso belo idioma.

 

Mas eu não sei programar!

 

Não se desespere, seus problemas acabaram! Você não precisa entender uma vírgula (ou ponto-e-vírgula) de programação para colaborar no processo de tradução. Que o digam nossos colaboradores advogados, psicólogos ou galãs da novela das oito.

Direto ao assunto:

GNOME-Br

Estamos perto do lançamento do GNOME 2.20 e tudo o que for traduzido até dia 27/08 entrará a tempo do lançamento da versão. Estamos perto de traduzir 100% da interface e, com certeza, aceitamos ajuda.

 

O processo de tradução é simples. Se você quiser aprender, siga essa dica do Og Maciel, que é rápida e indolor.

 

O Leonardo Fontenelle escreveu um post sobre o trabalho de tradução/revisão muito bom que vale a pena ser lido.

Traduzindo o Ubuntu:

ubuntu-br

Um mês após o lançamento do GNOME 2.20 será lançado o Ubuntu 7.10. As traduções feitas no GNOME serão aproveitadas, porém existem muitos pacotes que precisam de tradução e estão fora do GNOME.

 

Neste exato momento, o Launchpad me diz que existem 1348 pacotes, que totalizam 363499 strings (frases), das quais 101705 (27,98%) não estão traduzidas.

 

A boa notícia

 

Traduzir para o Ubuntu é muito simples. O pessoal da Canonical (que mantém o Ubuntu) criou uma interface web para tradução, onde você vê uma lista de pacotes, selecionando o pacote você vê uma lista de frases a traduzir e traduz. Suas traduções serão revisadas pela equipe de tradução para entrarem oficialmente no Ubuntu. Para isso, basta registrar-se gratuitamente no Launchpad.

Interface do rosetta

É só preencher e correr pro abraço (e você acaba de ajudar a traduzir o Ubuntu)!

 

Para entender melhor como funciona, sugiro ler a página do Time de Tradução do Ubuntu-BR e alguns links que estão nela.

 

Ainda não entendi, mas quero colaborar…

 

Então mande um e-mail, comentário ou sinal de fumaça que faremos o melhor para situá-lo. O importante é usarmos o software livre em nossa língua pátria…

 

 

Interessado em aprender mais sobre o Ubuntu em português?
http://wiki.ubuntu-br.org/ComeceAqui

Fonte: Planeta Ubuntu.

Por: André Noel.